Foto: bragatv.pt

Manuais escolares: Existe pressão das editoras, acusa Frente Cívica

O Jornal Económico

 

“O atual Governo anunciou a sua intenção de cumprir a lei e implementar gradualmente o acesso gratuito aos livros escolares” mas tal ainda não se verificou, acusou a Frente Cívica em comunicado, recordando que a questão em torno dos manuais escolares mantém-se.

“Neste contexto, a Frente Cívica vem manifestar a sua preocupação face ao incumprimento do artigo 74º da Constituição da República Portuguesa, relativo aos livros escolares que, sendo obrigatórios a todos os alunos que frequentam o ensino básico e secundário, não são de acesso gratuito a todos os alunos”, lê-se no comunicado.

O movimento designado de Frente Cívica mostra-se preocupada com “o poder das editoras livreiras e a força de pressão que têm demonstrado perante as escolas e perante o próprio Ministério”.

“O mercado livreiro não está eficazmente regulado, revela sinais de concertação de preços, sendo controlado por apenas duas empresas, grupo Leya e Porto Editora”, realça a plataforma.

Ver original >>

Foto: bragatv.pt
Foto: bragatv.pt
-0

Deixe um comentário

− 3 = 2

Facebook
Twitter
Google+
Linked In
RSS
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!