telefon

DECO quer fim das chamadas de apoio pagas

jornaleconomico.sapo.pt

 

A Associação de Defesa do Consumidor pretende acabar com os números que começam por “707” e “708”. A Brisa, a Ascendi, a TAP e a CP são algumas das empresas que têm números de custo acrescido para os clientes.

A DECO – Associação de Defesa do Consumidor pretende acabar com as linhas de apoio que implicam pagamento, como os números que começam por “707” ou “708”, revela o Jornal de Notícias desta quarta-feira. A associação defende ainda a implementação de uma gravação para avisar dos custos acrescidos das chamadas, que podem ser de dez ou 25 cêntimos por minuto ou 23% de IVA.

“As empresas e as instituições públicas deveriam disponibilizar sempre um número de rede fixa começado por 2 para o apoio ao cliente e não números de valor acrescido”, afirma ao JN Ingride Pereira, jurista da DECO, criticando o facto de o consumidor pagar para obter auxílio.

(…)

Ver artigo completo >>

-0

Deixe um comentário

89 − = 82

Facebook
Twitter
Google+
Linked In
RSS
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!